Como adivinhar pensamentos

Este “teste” andou rodando pelos e-mails. O resultado é bem divertido e muito revelador sobre a maneira como o cérebro faz associações. Você pode brincar de “adivinhar” o que seus amigos estão pensando e dizer que pode ler a mente deles.

Siga as instruções e responda às perguntas mentalmente, uma de cada vez e tão rápido quanto possível. Quando tiver respondido a cada pergunta, desça mais na tela até a instrução seguinte.

Quanto é:
15+6

.

.

.

3+56

.

.

.

.

89+2

.

.

.

.

.

12+53

.

.

.

.

.

75+26

.

.

.

.

.

25+52

.

.

.

.

.
63+32

.

.

.

.

.
Sim, os cálculos mentais são difíceis mas agora vem o verdadeiro teste.

.

.

.

.

.

123+5

.

.

.

.

.

RÁPIDO! PENSE EM UMA FERRAMENTA E UMA COR!

.

.

.

.
E siga adiante…

.

.

.
Mais um pouco…

.

.

.
Um pouco mais…

.

.

.

.

Você pensou em um martelo vermelho? É bem provável que sim. Se não foi vermelho, provavelmente foi amarelo – e se não foi um martelo, provavelmente foi uma chave-de-fenda. Pode parecer impressionante, mas não há nada de mágica ou telepatia eletrônica nisso. Apenas acontece que, de todas as ferramentas, martelos são os mais usados e conhecidos. E, por razões de segurança, é comum os cabos de ferramentas serem vermelhos, bem visíveis, mesmo que martelos de cabo vermelho não sejam exatamente comuns.

Quando o cérebro se vê defrontado com o pedido de evocar uma ferramenta, ele resgata as representações mais fortemente associadas à idéia de “ferramenta”. Reforçadas pela experiência, as conexões entre os neurônios que fazem as representações mentais de “ferramenta”, “martelo” e “vermelho” devem ser muito mais fortes do que, por exemplo, “ferramenta”, “torquês” e “rosa”. Portanto, não é um instrumento de ferro rosa que lhe vem à mente, e sim, provavelmente, o tal martelo vermelho.

E não, você não é anormal se tiver pensado em qualquer outra cor ou ferramenta. É apenas um pouco diferente…

9 comentários em “Como adivinhar pensamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *